Como ter seu próprio dominio no Route53

Neste artigo vamos ver como usar o serviço de DNS da AWS chamado de Route53. Um serviço de DNS é importante e é como toda a internet funciona, o DNS permite que as pessoas não precisem decorar números e sim nomes dos sites, tornando tudo mais fácil e acessível.

O Route53 conecta não só IP de máquina para acessar um site, você pode colocar outros apontamentos de dentro da sua infraestrutura, como um banco RDS, um LoadBalancer e S3 via CNAME, o plus do Route53 é que ele também permite você utiliza-lo como validador de HealthCheck, balanceador de carga, Geo Aproximidades e até Geo DNS, então dependendo do seu cenário você até pode usar o Route53 como DNS apontando para sua infraestrutura fora da AWS. 

Outro ponto importante, você pode registrar seu novo dominio diretamente pelo Route53, centralizando tudo em um lugar só.

Nota: Escrevemos um outro artigo que traz mais informações sobre o Route53, lá falamos de Disaster Recovery com Route53, leia clicando aqui

Figura 1 - DNS
Figura 1 – DNS

Vamos ver duas opções para ter o seu dominio dentro do Route53.

A primeira é fazer o registro diretamente pelo Route53 e a segunda é você ter feito o seu registro em outro local, como Registro.Br entre outros e apontar nos registros para a AWS.

Criar um registro novo pelo Route53

Como qualquer outro registrador, pelo Route53 você tem que preencher algumas informações para o novo registro, após escolher o nome e a terminação do dominio (.com, .net, .org), o site irá te pedir informações pesssoas, endereço, email. Após preencher todos os campos o último passo será acessar o email informado no cadastro anterior, você irá receber um link de confirmação do pedido do domínio, ao clicar nele o site irá permitir que você continue e então irá cobrar e iniciar de fato o registro público.

Assim o domínio criado já estará apontando para os DNS’s internos da AWS, todo o tráfego então irá para lá.

Transferir o tráfego para o Route53

Supondo que nosso registro vem da empresa RegistroBr ou outra e queremos que o tráfego passe pela infraestrutura da AWS, precisamos então criar um Hosted Zone na AWS e pegar as informações de DNS gerado e preenchê-las no outro site, assim quando você tentar acessar o seu site, agora você estará sendo direcionado para a AWS e usando os recurso da cloud.

Parar criar um novo Hosted Zone, acesse o recurso do Route53

Figura 2 - Create Hosted Zone
Figura 2 – Create Hosted Zone

Agora preencha os campos com o nome do seu dominio para que a AWS crie as informações de DNS.

Figura 3 - Novo Hosted Zone
Figura 3 – Novo Hosted Zon

Pronto, agora entre no novo hosted zone e pegue as informações do DNS.

Figura 4 - Dados do DNS
Figura 4 – Dados do DNS

A primeira linha são os dados do DNS que comentamos, no registroBR ele vai pedir para preencher alguns servidores de DNS e você pode colocar cada um desses lá.

Muito fácil migrar ou ter o próprio DNS registrado pela AWS

Pricing

Vamos ver algumas das cobranças básicas do Route53 por mês.

  • 0,50 USD por zona hospedada/mês para as primeiras 25 zonas hospedadas
  • 0,10 USD por zona hospedada/mês para zonas hospedadas adicionais
  • 0,40 USD por milhão de consultas – primeiro 1 bilhão de consultas/mês
  • 0,20 USD por milhão de consultas – mais de 1 bilhão de consultas/mês

Então é isso, vimos sobre o Route53 focado em DNS, não deixe de aproveita os outros artigos sobre AWS no blog.

Abraços.