Por que os profissionais de Ti estão sendo demitidos?

Se você faz parte dos Profissionais de Ti, talvez se Identifique com esse artigo. Você já ouviu falar do filme estadunidense Desk Set, de 1957? Essa comédia romântica mostra os conflitos gerados com a introdução do computador no processo de modernização do departamento de pesquisas de uma grande emissora de TV. Na verdade, as palavras ‘informática’ e ‘computador’ nem são usadas no filme, somente a expressão “Electronic brain”.

Mais do que uma obra cinematográfica, é uma análise sociológica de um período em que as pessoas tinham medo de perderem seus empregos ao serem substituídas pelas máquinas.

profissionais de TI

Essa trama, que já possui 60 anos, é mais moderna do que pensamos. Pois retrata muito bem o momento atual, em que o avanço nas soluções tecnológicas, como Cloud Computing, que vem causando o mesmo sentimento de medo e insegurança  dos profissionais de TI – o pavor da obsolescência.

Como não perder o emprego para a Cloud Computing

Não é novidade que a evolução da Tecnologia da Informação trouxe inúmeros benefícios para diversos setores, mas também fez muitas “vítimas” ao longo do tempo.

A introdução das tecnologias de nuvem vem impactando diretamente os profissionais de TI que seguem a linha tradicional. Pois, com a automatização dos processos, muitos profissionais que eram necessários para desenvolver determinadas atividades estão sendo remanejados ou até mesmo perdendo seus postos de trabalho.

Outro fenômeno que também vem ocorrendo é o “encolhimento” de funções ou da carga horária que antes ocupava o tempo integral do profissional.

Um artigo publicado recentemente no CIO traz declarações de profissionais e líderes em tecnologia quanto a necessidade da reinvenção do profissional para sobreviver as constantes mudanças no universo da TI, principalmente em relação a adoção das tecnologias de nuvem.

James Stanger, diretor sênior da CompTIA, evidencia que os trabalhos de TI que estão ameaçados são aqueles repetitivos e que se concentram em apenas um tipo de sistema operacional ou sistema de fornecedores. Ele reforça que:

“Hoje não é sobre o fornecedor ou sistema operacional, trata-se de onde a informação reside e de sua capacidade em armazenar, manipular e proteger essa informação.  Agora é tudo sobre a conexão de sistemas múltiplos.”

Na visão do vice-presidente do Indeed Prime, Terence Chiu, graças à migração maciça para a Cloud, os empregos que envolvem a manutenção de infra-estrutura de TI, como engenheiro de rede ou administrador de sistemas, estão em constante queda.

Bob Melk, presidente do Dice, chama a atenção de que em 2017, os salários dos “networking” e “storage specialists” aumentaram mais rapidamente do que para qualquer outro trabalho de TI – entretanto, somente para os Profissionais Cloud – ou seja, aqueles que possuem habilidades ​​em Cloud Computing.

Para ele, os administradores que eram especializados em roteadores e hardware devem evoluir seus papéis do conhecimento local para a base de nuvem, se quiserem permanecer relevantes.

Melk completa dizendo:

“Nós não acreditamos que exista um ‘trabalho sem saída’ em TI. Mas os empregos estão mudando o tempo todo, e essa é uma verdadeira aflição para os profissionais de TI. As habilidades que eles aprenderam na faculdade e que construíram ao longo do tempo ainda podem ser relevantes, mas precisam ser atualizadas e ampliadas”.

Todd Loeppke, do Sungard Availability Services, afirma que esta situação se aplica também aos administradores de banco de dados da old-school. Segundo ele “Se eu fosse um administrador de banco de dados nos últimos 20 anos, e não tivesse interesse em aprender a modernizar minhas habilidades, então eu estarei limitando significativamente minhas opções.”

Vendo sob esta perspectiva, a Cloud Computing não é a única culpada pelas demissões e pelo desaparecimento de postos de trabalho na área da TI. Na verdade, a História só demonstra que esses ciclos sempre existiram, e as pessoas que conseguiram ter sucesso profissional e se mantiveram no mercado ao longo de todas essas mudanças foram justamente aquelas que investiram em capacitação e aprimoramento de suas habilidades.

Logo, se você quer se manter relevante em sua profissão, o melhor a fazer é investir em conhecimento o quanto antes.

Não tenha medo de se reinventar! Confira os outros materiais de nosso Blog e torne-se um Profissional Cloud.